sábado, 9 de abril de 2011

Expedição Antártica 2011 - Navegando pelo Canal de Beagle

Diário de Bordo em 22 de janeiro de 2011


Temperatura: 12°C
Céu: muito aberto e claro
Vento: Parado - sinal de que vai entrar vento forte
Velocidade do vento: não aferido
Direção deslocamento: atracado no CLUB NÁUTICO DE USHUAIA
Velocidade de deslocamento: atracado
Barômetro: 950 hPa
Condição do mar: liso
Coordenadas: 54°48'37.1" S; 68°18'44.1"W
Local: Ushuaia/Argentina


Acordei as 05:30 horas com o despertador. Um pouco foi o ronco do Fernando. Fiquei na cama até por volta das 07:30 hs e então me levantei. Surpresa, todos, menos o Fernando estavam acordados. Creio que seja a ansiedade da partida.


Tomamos café e iniciamos uma manobra de mudança de lugar do KOTIK. Ao nosso contrabordo de Bombordo (Bb) tem um veleiro de aproximadamente 36 pés de bandeira da Coréia do Sul. Mudamos a posição colocando o veleiro coreano enconstado no pier e o KOTIK a contrabordo dele, pronto para zarpar.


Me parece que a meteorologia não é das melhores. Devemos sair de Ushuaia e dormirmos num abrigo ainda dentro do Canal de Beagle.


As pessoas da viagem são raras. A última a embarcar foi Adriana Mattoso. Parece a Rita Lee, só que mais fortinha. Trabalha na Secretaria de Estado do Meio Ambiente de São Paulo e coordena a área de parques florestais. Fala para caramba. Tem a voz igual da cantora Ana Carolina. Voz forte. Fala de tudo e tem espírito despojado. Conta uma estória atrás da outra.


Ouvi o motor do KOTIK e fui para o convés, estávamos fazendo a manobra.


Foto do veleiro Masan Korea, atracado a contrabordo do KOTIK ainda em Ushuaia.



Programa de navegação com Port Gable sinalizado


Ancorados em Port Gable, no Canal de Beagle, aguardando a saída para a travessia do estreito de Drake.


Uma base argentina em Port Gable

Dois traseiros de carneiros amarrados do lado externo do KOTIK. Geladeira natural. Eles foram ai até a Antártica.

Visão geral do ponto de ancoragem em Port Gable.

Saíndo de Port Gable velejando em direção ao Drake.

Fernando deitado no chao, Gabriel, filho de André e André deitados no sofá. Essa é a popa do KOTIK.


OLEG pessoalmente na faina para a saída de Gable em direção ao Drake. Tem que estar tudo absolutamente certo. Não há margens largas para erros.
 12:00 hs - Saímos. Estamos  navegando pelo Canal de Beagle. Após poucos minutos e alguns acertos nos lemes, reiniciamos a navegação, motorando (usando o motor).


Temperatura: 9°C - 13,5°C
Céu: aberto
Vento: SSW
Velocidade do vento: 14 Kn - moderado
Direção deslocamento: navegando pelo Canal de Beagle
Velocidade de deslocamento: 5,5 Kn
Barômetro: 950 hPa
Condição do mar: liso
Coordenadas: 54°50'41.5" S; 68°07'37.1"W
Local: Canal de Beagle
 




Navegando no piloto automático. BAsicamente os dados acima refletem toda a navegaçção enquanto estamos dentro do Canal de Beagle. As 17:58 h passamos ao largo de PUERTO WILLIAN - CHILE por nosso través de Boreste.


A equipe segue fazendo fotos e André preparando seu equipamento para fotos que vai tentar fazer na Antártica. Algo relacionado a 3 D. Trouxe a bordo um porta tripé que mais parece uma asa delta.


A melhor parte do dia foi na manobra de desatracamento pela manhã, ainda em USHUAIA. Embora não houvesse ventos e todo o processo se resumia em mudar o KOTIK de posição com outro veleiro coreano do sul que estava em nosso contrabordo, num determinado momento da manobra o OLEG pediu a SOPHIE que jogasse um cabo de meia nau para a esposa do coreano que estava no convés do veleiro deles, para que pudesse segurar o KOTIK para que esse não se distanciasse muito ou fosse para a parte rasa da baia. Em que pese todo esforço da SOPHIE em lançar o cabo para a coreana corretamente, indo exatamente nas mãos dela, a coreana num reflexo inesperado simplesmente pegou o cabo e o jogou ao mar...o OLEG desesperado gritava naquele frances aportuguesado...non, non segurá...é para segurárr...é para segurárr... e soltou um não tão silencioso "mulher é para ficar na cozinha mesmo..." que arrancou sorrisos de todos, que já estavam ficando tensos com a manobra.


Vamos pernoitar numa ilha ainda dentro do Canal de Beagle, chamada PUERTO GABLE que pertence a Argentina. Ma parece que a meteorologia não está muito favorável  e o tempo em mar aberto é complicado. Temos o ESTREITO DE DRAKE pela frente. Só de falar isso me dá um frio na barriga...


O OLEG é o típico Capitão de barco. Fica o tempo todo atento a tudo. Olha, observa, revisa, revisa novamente cada detalhe. Conhece cada som dentro do KOTIK, também pudera, além de morar no KOTIK a mais de 30 anos, já percorreu o mundo com ele. São grandes amigos.


Estamos navegando bem na divisa de fronteira entre o Chile e a Argentina e é possível cada lado se olhar, embora a largura do Beagle seja bem considerável.


Dentro do canal as ondas são ínfimas permitindo apenas balançar levemente o KOTIK. Se tudo correr bem, amanhã pela manhã devemos sair para a Antártica de fato. Se isso for verdade, terça ou quarta-feira deveremos chegar à Península Antártica realizando um sonho de muito tempo e também parte do objetivo da expedição, que é irmos e voltarmos em segurança de nossa viagem.


Tenho aproveitado para conversar bastante com todos da família OLEG. Bati um bom papo com SOPHIE ontem e hoje sobre como chegaram até aqui.


DEntro do barco o melhor é voce não fazer nada. Qualquer ação sua, mesno que seja para ajudar, pode ser criticada por que voce pode acabar danificando algo ou gastando muita água ou etc. Fique quieto em seu canto. É o melhor a fazer.


Cada tarefa é designada a um integrante da famíia BELY. OLEG é o Comandante e à ele cabe navegar, arrumar, manutenir e ser o responsável por tudo. SOPHIE pela cozinha e comida. IGOR é o faz tudo. Desde apoio nas manobras de ajustes de velas, condução do bote auxiliar (que eles chamam de DINGUE), limpeza dos banheiros, do chão, guia turístico e etc.


O almoço de hoje foi frios (presunto cru, presunto, salame); queijos diversos; páo italiano; salda de tomate, alface e ovos cozidos.

Continua...

Boa Navegação a todos...

Capitão Gutemberg
Comandante da embarcação Odyssey